Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

Atu XVI – A Torre

Temos diante de nós o caminho da vida ou da morte. O princípio do abandono da condição da escravidão humana que mergulhada na materialidade da existência se encontra entorpecida em relação a sua própria evolução. Ela não poupa nem iniciados e nem homens comuns, uma vez que todos partem do mesmo ponto. Estamos diante “A Casa de Deus” ou “A Torre Fulminada”, duas ideias diferentes para mostrar uma única coisa que nelas habitam. Aqui o ser humano está dividido entre a sua intelectualidade medíocre de sua cultura prepotente e os seus desejos sexuais que beiram a animalidade. Muitos escritores comparam este Arcano com a Torre de Babel e ao orgulho humano diante o divino. Aqui a ideia de orgulho é, obviamente, completamente diferente daquela expressa no Liber AL, onde orgulho se refere a: amor próprio. A Torre destrói os seres humanos que não possuem amor próprio e não ter tal condição é não possuir o desejo de crescer e de buscar a verdadeira Felicidade. A Torre de Babel é a representação…