Pular para o conteúdo principal

Atu VII – A Carruagem

Carruagem

O que seria do ser humano sem um Destino?

Temos aqui de fazer uma escolha, certa ou errada, não importa. Não é mais tempo para se ficar parado. A vida é uma missão livremente aceita, a vida é curta e só estamos nela porque algo precisa ser feito. A vida anda, nos engole e a Felicidade está aqui e agora, e não no amanhã. A vida nos mostra várias possibilidades, caminhos diversos e eles devem ser escolhidos e percorridos. Escolhas nunca são fáceis, ainda mais quando vemos a possibilidade de ter nosso sangue exposto. Mas não podemos esquecer que um pacto foi feito há muito tempo e que agora deverá ser cumprido.

Existe neste Atu um mistério sagrado demais, oculto como a sabedoria que se revela nas linhas do Al Curan. Nada aqui é aparente, como não é aparente a riqueza superior da terra sobre o céu. ABRAHADABRA é o mistério por detrás deste Atu. É o Amor unindo os divididos e é o movimento deste Amor que nos leva à plena realização da Verdadeira Vontade.

No Atu VII se esconde Nossa Senhora Nuit na forma plena do Amor. Sim, mas há um Mistério aqui: um homem, uma esfinge, um guerreiro, um deus... ou tudo isto ao mesmo tempo. Então, que sangue seja derramado: vivo, rico, fresco, eterno... Pois nele surge Ele que é Único, em Força e Vigor, modificando o mundo.

Durante anos tive muita dificuldade em compreender este Atu, mas isto é compreensível, por ser este o mais sagrado entre todos. Nele está Tu, meu Amado! Nele somos vistos como Um.

Ele nos mostra nossa Verdadeira Vontade e treina nossa inteligência nela, mas cabe à nós descobrir como exercê-la plenamente. Então, Ele se oculta de nós, nos cobra Felicidade, nos confunde, nos sangra em Amor, nos oferece tudo o que precisamos... Nossos pés cansados titubeiam, dobramos de joelhos, mas logo erguemos outra vez nossas armas. Avançamos. Brandimos nossas lanças e escudos. Gritamos alto nossa Palavra de guerra. E Ele diz, quase casualmente: “Nada poderá feri-lo. Tu és nosso!” Avançamos sem pensar em vitória. Avançamos porque fomos treinados para isto. Vida, morte, eternidade... Não pensamos nisto, mas apenas em prosseguir adiante, com a Vontade perante nossos olhos e o Amor cravado em nosso peito.

Assim, Narananda avança sobre os exércitos do seu passado, destruindo o que já é velho, mas resgatando o que deve ser salvo. Na Carruagem o seu Mestre mostra-lhe a direção, mas quem vai adiante é ele. Não existe livre arbítrio: isto é para os deuses escravos. Não existe uma única Verdade, mas várias que se complementam e somos treinados em todas elas através de uma Lei.

Comentários

  1. 93!
    Sincronicidade impressionante. Estou o dia todo com este arcano na cabeça, ele é a resposta para o que estou precisando essa semana, pois tenho me sentido muito inerte, sem vontade/motivação para resolver as demandas da faculdade. Eu até mudei meu avatar no facebook para uma versão dele, hoje de tarde, para "puxar" um pouco dessa energia.
    93,93/93

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Atu XX - O Aeon

O Atu XX não é mais o Julgamento que vemos nos outros Tarots, porque este agora demarca o nascimento de uma Nova Era, onde não mais existe a concepção de julgamento ou de punição de uma divindade sobre seus adoradores. Este Atu é um dos mais belos do Tarot de Thoth, pois também demarca o resgate das raízes espirituais do mundo ocidental. Temos a Criança Coroada, livre e inocente, pisando sobre o passado e sobre as aberrações cometidas sob os direitos mais básicos do ser humano: o direito a ser Feliz. A Criança não nos mostra mais o nascimento, vida e morte, mas a continuidade da existência: a Eternidade.Aleister Crowley escreveu apropriadamente quando descreveu Thelema: “…representa não meramente uma nova religião, senão uma nova cosmologia, uma nova filosofia, uma nova ética. Coordena os inconexos descobrimentos da ciência. Seu alcance é tão vasto que resulta impossível aludir sequer, a universalidade de sua aplicação… O Æon de Hórus, do Filho, não é meramente um símbolo de crescimen…

Atu A Princesa de Paus

Ela é a representação dos extremos, o extremo da ousadia, a ousadia inocente que desconhece o limite do perigo. A ousadia da inocência perante o mundo. Na busca da sua luz ela avança resoluta, mesmo que tenha de abrir mão de todas as suas riquezas. A nossa Princesa imola seu ego no seu fogo puro, no fogo do incenso, entregando a si mesma ao desconhecido. Pura como o fogo e a terra, ela se lança, ela dança, ela se eleva. Como uma jovem virgem ela entrega sua pureza, dá o último passo na direção de sua escolha, de sua volúpia, de sua liberdade. A Princesa é a jovem rica e rebelde que escolhe o seu caminho quase que instintivamente, quase que inocentemente, inocentemente... Se há dúvida em seu coração, nós nunca o saberemos, pois ela segue firme, adaptativa, violenta muitas vezes, mas com a certeza de que sairá vitoriosa. Impetuosa, fértil, rica, inocente sem dúvida, esta é a Princesa do Palácio dos Deuses. Sua ousadia é digna do nosso amor e da nossa admiração, pois devemos saber que ne…

Atu XV – O Diabo

Nada melhor do que iniciarmos este nosso blog do que fazer um rápido comentário sobre o Atu XV, o Diabo, que é o arcano que em Essência rege todo o Tarot e, consequentemente, qualquer jogo realizado com este.


O Diabo, longe de qualquer conceito retrógado em que se baseia o senso comum, representa a Verdadeira Vontade, dentro do conceito thelêmico da palavra. Apesar deste Atu em si não representar propriamente a imagem do Sagrado Anjo Guardião, representa o conceito de Virilidade, de Vigor e de Força, que libera as energias ativas e passivas no ser humano. O Atu concentra em si as duas potencialidades de ação e não ação, convergendo-as em uma única direção.

Este Atu (ou arcano) demarca o Caminho do Iniciado na direção do Infinito, rompendo com todas as limitações e mostrando um novo rumo. O bode montês representa a ascensão do homem além dos seus limites físicos e psíquicos. Esta ascensão é realizada por causa do Amor, representado pela guirlanda de flores em sua cabeça, dirigido pela Vo…