Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2011

Atu Dois de Copas – Amor

Ela é o Amor? Infelizmente não, Ela é a Vontade, que vem na sequência dos Atus, pois mesmo o Amor está em divisão. O Amor possui duas faces distintas, pois ele se banha em duas fontes: a das Águas Doces e das Águas Amargas. Amar é saber obedecer, é dominar a ansiedade e a curiosidade. Amar é apenas ser Íntegro em um exato momento. Se conhecermos a Raiz da Formação do Amor, compreenderemos a sua Natureza, mas o homem comum está distante, ele nada nas águas lodosas daquilo que simplesmente resta.O Amor é aquilo que une e que divide: esta é a Natureza de Vênus. Poucos, no entanto, presenciaram o seu Nascimento, poucos são os vencedores da tal da Ordália X. Seu Filho se deteve em Daath, porque ele queria saber como que nós lidaríamos com nossas irmãs, o Ego, pois este era o nosso Jogo. Sim, Ela casou com o Senhor das Profundezas da Terra, mas o seu filho nasceu de Marte, seu amante. Assim, no Amor não existe qualquer resquício de Pecado, apenas Força e Vigor. Nesse Jogo, o que une é a Von…

Atu Dez de Copas - Saciedade

Estamos diante do princípio do desejo animal, que tende a arder furiosamente durante toda a vida humana. Por outro lado, representa o instinto das necessidades básicas da natureza de todos os animais, pois este Atu faz parte do instinto da alma animal (Kâma Rûpa). O que sacia os nossos sentimentos: sexo, violência, solidão, dor...? Diversas são as fontes das nossas frustrações sempre movidas por ansiedades. Nada satisfaz o ser humano, nada para ele parece ser o suficiente, nunca existe descanso ou um limite. Nada para ele parece estar completo, uma vez que existe aqui o motor da impermanência. Existe limite? Existe realmente algo que nos satisfaz? São verdadeiras nossas paixões? Em uma carta do meu falecido Instrutor, ele diz claramente: “O transe da saciedade leva o estudante a conhecer as primeiras portas da obscuridade de sua alma”. Com certeza, muitos mergulham no treinamento da mente, mas poucos são os que aprendem a Sentir. Este transe é o que irá aos poucos fortalecer o nosso E…

Atu A Princesa de Paus

Ela é a representação dos extremos, o extremo da ousadia, a ousadia inocente que desconhece o limite do perigo. A ousadia da inocência perante o mundo. Na busca da sua luz ela avança resoluta, mesmo que tenha de abrir mão de todas as suas riquezas. A nossa Princesa imola seu ego no seu fogo puro, no fogo do incenso, entregando a si mesma ao desconhecido. Pura como o fogo e a terra, ela se lança, ela dança, ela se eleva. Como uma jovem virgem ela entrega sua pureza, dá o último passo na direção de sua escolha, de sua volúpia, de sua liberdade. A Princesa é a jovem rica e rebelde que escolhe o seu caminho quase que instintivamente, quase que inocentemente, inocentemente... Se há dúvida em seu coração, nós nunca o saberemos, pois ela segue firme, adaptativa, violenta muitas vezes, mas com a certeza de que sairá vitoriosa. Impetuosa, fértil, rica, inocente sem dúvida, esta é a Princesa do Palácio dos Deuses. Sua ousadia é digna do nosso amor e da nossa admiração, pois devemos saber que ne…

Atu 0 – O Louco

O Louco, o charlatão, o bobo da corte é também o nosso querido palhaço, aquele que ao nos fazer rir impulsiona a humanidade na direção de sua evolução. O palhaço é uma classe especial de homem, pois há de se ter talento para fazer rir e refletir ao mesmo tempo. Devo aqui repetir uma frase que certa vez utilizaram para elogiar o maior palhaço do século XX, Sir Charles Chaplin, que diz o seguinte: “O palhaço é aquele que ao saltar de um trampolim se elevou tão alto que ultrapassou as nuvens e todos os limites humanos, e atingiu as estrelas”. O nosso palhaço é aquele que consegue realmente tocar as estrelas, que vê tudo a distância, com claridade e humildade. Ao fazer isso, ele nos traduz sua visão através de uma experiência mais profunda. Ao fazer isso, ele se comporta como o diabo, o anti herói, que ri e nos faz rir de nosso dia a dia, das nossas maselas, dos nossos sonhos humanos... É o único que consegue e que tem a nossa autorização para falar a verdade, de nos questionar. Assim com…

Atu A Rainha de Copas

Que ilusão é pior do que aquela em nossos corações?O sentimentalismo é uma praga que corrói a existência, que cega o homem da realidade. Este aqui é amor egóico que leva às piores barbaridades: o amor por alguém; o amor por uma determinada fé; o amor por seus bens materiais... O homem tem como treinar sua mente e livrá-la das ilusões, mas qual é o treinamento para se ter domínio sobre os sentimentos? Pode algum ser humano dizer que amou de verdade algum dia? A Rainha de Copas não pode dizer que sabe amar. Ela se perdeu na ilusão de seus sentimentos. Ela diz amar você, mas nem mesmo a ela, ela sabe amar. Ela é o servilismo do amor, que faz afundar e a se afogar em um sentimento que parece ser verdadeiro, mas que não passa de névoas de ilusão e de egoísmo. A Esfera de Daath está diretamente relacionada com o Anahatha Chakra. Assim, temos o Conhecimento do Amor, mas quem realmente amou? Quem realmente sabe o que é amar? Nuit não diz que aquilo que nos une é o mesmo o que nos separa? Po…

Atu VII – A Carruagem

O que seria do ser humano sem um Destino? Temos aqui de fazer uma escolha, certa ou errada, não importa. Não é mais tempo para se ficar parado. A vida é uma missão livremente aceita, a vida é curta e só estamos nela porque algo precisa ser feito. A vida anda, nos engole e a Felicidade está aqui e agora, e não no amanhã. A vida nos mostra várias possibilidades, caminhos diversos e eles devem ser escolhidos e percorridos. Escolhas nunca são fáceis, ainda mais quando vemos a possibilidade de ter nosso sangue exposto. Mas não podemos esquecer que um pacto foi feito há muito tempo e que agora deverá ser cumprido. Existe neste Atu um mistério sagrado demais, oculto como a sabedoria que se revela nas linhas do Al Curan. Nada aqui é aparente, como não é aparente a riqueza superior da terra sobre o céu. ABRAHADABRA é o mistério por detrás deste Atu. É o Amor unindo os divididos e é o movimento deste Amor que nos leva à plena realização da Verdadeira Vontade. No Atu VII se esconde Nossa Senh…

Atu O Príncipe de Paus

Temos aqui a consciência da força e da agressividade, da virilidade, da vitalidade, da robustez física e da retidão mental, da impetuosidade e tudo isto movido por um querer indubitável. Vemos a Vontade em movimento, como uma força incontrolável de destruição e criação, pois alguma que é destruída necessita que algo melhor seja colocado em seu lugar. O Príncipe de Paus é a inteligência do fogo, a rapidez de raciocínio e a plena compreensão das coisas ao seu redor. Estamos perante a plena realização da Verdadeira Vontade.Este Atu nos mostra a consciência, fruto do conhecimento prático e teórico. A movimentação perpétua de um Conhecimento que é adquirido e repassado. Um sacrifício imposto e auto imposto. Uma realeza que é assumida definitivamente. Uma solidão da qual não se tem como fugir. Só vence aquele que conhece aquilo que quer. O Príncipe de Paus é aquele que irá tomar o seu lugar de direito entre os poderosos. Podemos ver nele a face do Orgulho, a segurança e o sucesso por onde q…

Atu XX - O Aeon

O Atu XX não é mais o Julgamento que vemos nos outros Tarots, porque este agora demarca o nascimento de uma Nova Era, onde não mais existe a concepção de julgamento ou de punição de uma divindade sobre seus adoradores. Este Atu é um dos mais belos do Tarot de Thoth, pois também demarca o resgate das raízes espirituais do mundo ocidental. Temos a Criança Coroada, livre e inocente, pisando sobre o passado e sobre as aberrações cometidas sob os direitos mais básicos do ser humano: o direito a ser Feliz. A Criança não nos mostra mais o nascimento, vida e morte, mas a continuidade da existência: a Eternidade.Aleister Crowley escreveu apropriadamente quando descreveu Thelema: “…representa não meramente uma nova religião, senão uma nova cosmologia, uma nova filosofia, uma nova ética. Coordena os inconexos descobrimentos da ciência. Seu alcance é tão vasto que resulta impossível aludir sequer, a universalidade de sua aplicação… O Æon de Hórus, do Filho, não é meramente um símbolo de crescimen…

O que é o Tarot?

Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei.O Tarot é um conjunto de 78 cartas dividido em Arcanos Maiores (22 Atus) e Arcanos Menores (56 Atus). Os Arcanos Maiores são divididos em duas categorias: os Personagens e os Caminhos. Os Personagens podem ser estudados individualmente ou em pares, preferivelmente. Os Caminhos são divididos em duas categorias distintas, mas relativamente similares, onde nos mostram o Caminho realizado pelo homem comum e o Caminho realizado pelos Iniciados. Os Arcanos Menores são divididos entre os Arcanos Menores (40 Atus), propriamente dito, e pelas Cartas Magnas, ou Cartas da Corte, ou Famílias (16 Atus).O Tarot é um dos métodos divinatórios mais conhecidos no mundo ocidental ao longo dos séculos, cujo objetivo principal não é a advinhação do futuro, mas o de auxiliar o ser humano na direção mais fácil e natural na resolução de seus problemas afetivos, espirituais, de saúde, financeiro, profissional, etc. No entanto, este é apenas o seu lado superficial, ex…

Atu XV – O Diabo

Nada melhor do que iniciarmos este nosso blog do que fazer um rápido comentário sobre o Atu XV, o Diabo, que é o arcano que em Essência rege todo o Tarot e, consequentemente, qualquer jogo realizado com este.


O Diabo, longe de qualquer conceito retrógado em que se baseia o senso comum, representa a Verdadeira Vontade, dentro do conceito thelêmico da palavra. Apesar deste Atu em si não representar propriamente a imagem do Sagrado Anjo Guardião, representa o conceito de Virilidade, de Vigor e de Força, que libera as energias ativas e passivas no ser humano. O Atu concentra em si as duas potencialidades de ação e não ação, convergendo-as em uma única direção.

Este Atu (ou arcano) demarca o Caminho do Iniciado na direção do Infinito, rompendo com todas as limitações e mostrando um novo rumo. O bode montês representa a ascensão do homem além dos seus limites físicos e psíquicos. Esta ascensão é realizada por causa do Amor, representado pela guirlanda de flores em sua cabeça, dirigido pela Vo…