Pular para o conteúdo principal

Alquimia e Tarot

É necessário dizer que, o estudo da Alquimia está intrinsecamente ligado ao estudo do Tarot sendo completamente impossível dissociar um do outro. Tendo acesso ao conhecimento oculto dos 78 Arcanos do Tarot é possível compreender todo o segredo que parece velado dentro dos textos alquímicos. Uma grande maioria das organizações alquímicas medievais e modernas possuíam no Tarot toda a sua estrutura de graus, pois a utilização do sistema cabalístico como estrutura é relativamente moderno. Seria correto dizer (sic) que o desenvolvimento da Alquimia seguiu o desenvolvimento do Tarot, absorvendo sempre quando era necessário o linguajar e a mitologia cristã. Por outro lado, a Alquimia emprestou ao Tarot uma boa parte da sua filosofia iniciática, onde podemos ver em muitos Arcanos as mais profundas referências alquímicas.  Portanto, temos nos Arcanos Maiores uma quantidade absurda de referências alquímicas, enquanto temos nos Arcanos Menores uma total dedicação ao estudo da Cabala. Assim, o alquimista poderia ver graficamente a sua filosofia e sua correlação com a Cabala. Tendo isto em mente é que Aleister Crowley resolve resgatar o estudo sério do Tarot, incluindo nele toda a Sabedoria do Liber AL vel Legis, onde temos referências importantes sobre Alquimia e, obviamente, sobre Cabala. Ele não o faz através do seu livro de Tarot, mas através da riqueza simbólica colocada nos Arcanos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atu XX - O Aeon

O Atu XX não é mais o Julgamento que vemos nos outros Tarots, porque este agora demarca o nascimento de uma Nova Era, onde não mais existe a concepção de julgamento ou de punição de uma divindade sobre seus adoradores. Este Atu é um dos mais belos do Tarot de Thoth, pois também demarca o resgate das raízes espirituais do mundo ocidental. Temos a Criança Coroada, livre e inocente, pisando sobre o passado e sobre as aberrações cometidas sob os direitos mais básicos do ser humano: o direito a ser Feliz. A Criança não nos mostra mais o nascimento, vida e morte, mas a continuidade da existência: a Eternidade.Aleister Crowley escreveu apropriadamente quando descreveu Thelema: “…representa não meramente uma nova religião, senão uma nova cosmologia, uma nova filosofia, uma nova ética. Coordena os inconexos descobrimentos da ciência. Seu alcance é tão vasto que resulta impossível aludir sequer, a universalidade de sua aplicação… O Æon de Hórus, do Filho, não é meramente um símbolo de crescimen…

Atu A Princesa de Paus

Ela é a representação dos extremos, o extremo da ousadia, a ousadia inocente que desconhece o limite do perigo. A ousadia da inocência perante o mundo. Na busca da sua luz ela avança resoluta, mesmo que tenha de abrir mão de todas as suas riquezas. A nossa Princesa imola seu ego no seu fogo puro, no fogo do incenso, entregando a si mesma ao desconhecido. Pura como o fogo e a terra, ela se lança, ela dança, ela se eleva. Como uma jovem virgem ela entrega sua pureza, dá o último passo na direção de sua escolha, de sua volúpia, de sua liberdade. A Princesa é a jovem rica e rebelde que escolhe o seu caminho quase que instintivamente, quase que inocentemente, inocentemente... Se há dúvida em seu coração, nós nunca o saberemos, pois ela segue firme, adaptativa, violenta muitas vezes, mas com a certeza de que sairá vitoriosa. Impetuosa, fértil, rica, inocente sem dúvida, esta é a Princesa do Palácio dos Deuses. Sua ousadia é digna do nosso amor e da nossa admiração, pois devemos saber que ne…

Atu XV – O Diabo

Nada melhor do que iniciarmos este nosso blog do que fazer um rápido comentário sobre o Atu XV, o Diabo, que é o arcano que em Essência rege todo o Tarot e, consequentemente, qualquer jogo realizado com este.


O Diabo, longe de qualquer conceito retrógado em que se baseia o senso comum, representa a Verdadeira Vontade, dentro do conceito thelêmico da palavra. Apesar deste Atu em si não representar propriamente a imagem do Sagrado Anjo Guardião, representa o conceito de Virilidade, de Vigor e de Força, que libera as energias ativas e passivas no ser humano. O Atu concentra em si as duas potencialidades de ação e não ação, convergendo-as em uma única direção.

Este Atu (ou arcano) demarca o Caminho do Iniciado na direção do Infinito, rompendo com todas as limitações e mostrando um novo rumo. O bode montês representa a ascensão do homem além dos seus limites físicos e psíquicos. Esta ascensão é realizada por causa do Amor, representado pela guirlanda de flores em sua cabeça, dirigido pela Vo…